Quais benefícios preciso conceder aos meus funcionários?

Todas as empresas necessitam de bons funcionários. Aqueles que trabalham bem e vestem a camisa da marca. É por meio de colaboradores assim que o seu negócio tem tudo para crescer cada vez mais, tornando-se capaz de resistir às crises. Ter bons funcionários é também uma excelente maneira de administrar e organizar a sua empresa de forma eficiente. Esse tipo de funcionário é o que todos os empregadores desejam, porém, nem sempre é tão fácil assim conseguir. Para conquistar profissionais que tenham esse perfil é preciso investir neles, e dar um pouco mais do que um bom salário.

 

Este fenômeno pode ser obtido através do reconhecimento do trabalho dos seus colaboradores e concedendo benefícios aos funcionários. São essas as estratégias que vão melhorar o desempenho de quem trabalha para a sua empresa e, consequentemente, melhorar, e muito, a produtividade.

 

De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), existem benefícios que podem ser dados aos trabalhadores e que não são considerados parte do salário. Mas você sabe quais benefícios você precisa conceder aos seus funcionários? Se ainda tem dúvidas sobre o assunto, esse é tema de hoje na série “Como Abrir a Sua Empresa”.

 

Transporte

O funcionário neste tipo de benefício pode receber o Vale Transporte, que consiste em um valor referente ao transporte de ida e volta para o trabalho. A quantia pode ser dada em dinheiro ou em forma de vales de passagem.

 

Ao invés de dar a quantia, a empresa pode também cuidar do deslocamento do funcionário, através de transporte próprio da empresa que serve para este fim. Há também a possibilidade de o empregador pagar ao contratado o reembolso de combustível.

 

Se o funcionário vai de veículo particular para o trabalho, o dono da empresa pode pagar o reembolso em relação as despesas do veículo. Sempre com a devida comprovação dos gastos feitos pelo funcionário, como a gasolina gasta apenas para ir e voltar do trabalho.

 

O importante deste benefício é conceder meios destinados ao deslocamento para o trabalho e para o retorno. Mesmo que o percurso seja ou não em um transporte público.

 

Assistência médica

A assistência médica, hospitalar e odontológica deve ser prestada diretamente da empresa contratante, se tiver condições físicas para isso, ou por intermédio de um seguro de saúde.

 

Esse benefício ao funcionário é importantíssimo. Mas, dependendo do tipo de trabalho que vai ser prestado, não precisa ser um benefício pago apenas pelo empregador. Neste caso, esse seguro de vida pode ser subsidiado pelo dono da empresa.

 

Algum valor será cobrado ao empregado para que o benefício exista. Mesmo que seja apenas um percentual que seja retirado automaticamente do salário, por exemplo. Isso acontece por se tratar de um benefício “pelo” trabalho e não “para” o trabalho.

 

Seguro de vida e acidentes

Quando o tipo de serviço é perigoso para o funcionário, ou pode oferecer riscos a sua saúde, é comum que haja um pagamento total do benefício de assistência médica. Pode ocorrer também a disponibilização de adicionais de insalubridade e periculosidade.

 

Existem também, em casos assim, os seguros de vida e de acidentes pessoais. Eles beneficiam o trabalhador que se acidentou e por algum tempo está impossibilitado de trabalhar, ou então, a família de quem faleceu e possuía o benefício de seguro de vida no local onde trabalhava.

 

 

Em relação ao empregar dar ou não esses benefícios aos funcionários¸ vai depender sempre da forma como a política da empresa funciona. O ideal é que os dois primeiros benefícios (transporte e assistência médica) sejam dados aos empregados. Eles vão fazer com o que os funcionários se sintam mais seguros onde trabalham.

 

Quando esses benefícios são dados pela empresa, também é importante que eles não sejam retirados futuramente. Dependendo de como o acordo foi feito entre empregado e empregador, os termos previstos têm que ser seguidos corretamente e os benefícios propostos devem continuar de acordo com as regras previstas no contrato.

 

Procure também não atribuir benefícios aos salários fechados. Informe sempre ao funcionário os valores referentes a cada benefício dado e o quanto seria o salário sem os valores adicionais. Funcionários satisfeitos tornam-se excelentes fontes de produtividade e aumentam as chances de sucesso do seu negócio.

 

cta-ebook-abrir-negocio