Loja Virtual: como montar um e-commerce para sua empresa

loja-virtual-para-empresas

O comércio eletrônico, ou e-commerce, é um tipo de transação comercial de compra e venda de bens, serviços ou produtos que acontece através de dispositivos ligados à internet. Antigamente, esse tipo de comércio era considerado inseguro, mas hoje em dia isso mudou, e o e-commerce é cada vez mais procurado, tornando sua utilização praticamente indispensável para qualquer empresa que esteja iniciando suas atividades ou já em funcionamento.

 

As famosas compras online são extremamente comuns, e muitas vezes a primeira opção de vários perfis de consumidores. E esse crescimento acontece graças ao aumento da segurança eletrônica. Apesar do comércio eletrônico empresarial ser uma excelente opção em tempos de incertezas econômicas, muita gente julga que montar um e-commerce para uma empresa seja algo simples. Mas, um comércio desse tipo demanda fundamentos básicos como pesquisa de mercado, marketing, vendas, negociação, suporte e muito mais. É vital que o empreendedor inclua o projeto de loja virtual para sua empresa no Plano de Negócios, de forma a estipular os custos de sua implantação e utilização.

 

Um e-commerce pode ser tão complexo quanto uma loja física, exigindo cuidados específicos na hora de criar e gerir esse seguimento. Por isso, vamos mostrar pontos importantes sobre e-commerce para sua empresa:

 

Escolha a plataforma

A plataforma é uma das primeiras decisões que deve ser tomada. Ela é uma escolha importante porque é a base da sua loja. A primeira dica é ter sempre em mente que, se tudo der certo, o seu e-commerce vai se expandir a longo prazo. Por isso, o ideal é investir em uma plataforma que possa suprir as suas necessidades o maior tempo possível.

 

Essa orientação é importante porque um dos erros mais frequentes dos empreendedores é começar com plataformas muito pequenas ou limitadas. O que fará com que elas precisem ser mudadas com certa frequência, demandando tempo e mais dinheiro.

 

Lembre-se também que existem no mercado plataformas gratuitas, mas que o custo benefício delas pode não ser tão rentável quanto investir um pouco mais em outras que sejam pagas, mas que tenham mais qualidade e supram suas necessidades.

 

Veja a forma de pagamento

É obvio que receber pagamentos é algo fundamental para manter um comércio virtual. Portanto, é preciso escolher com bastante cuidado a forma como esse pagamento vai ser recebido pela sua empresa. Existem três maneiras de arrecadar esse dinheiro em um e-commerce.

 

A primeira é através de intermediadores de pagamentos. Uma das soluções mais recomendadas para quem está começando uma loja virtual, já que essa é a opção mais fácil de se utilizar. Os intermediadores costumam cobrar taxa fixa por cada transação e mais uma variável relativa ao valor da venda.

 

A outra forma é a de gateways de pagamento, que é uma solução robusta de rendimento. São exemplos de gateways a Cielo e a Redecard, que são redes que garantem conexões mais estáveis. Diferente dos intermediadores, só é cobrada uma taxa fixa sob a transação, tornando mais barata a operação. Tenha em mente, entretanto, que, investindo nisso, a sua empresa vai precisar contratar outros serviços como antifraude, por exemplo.

 

A última forma é a de integração direta com comprador. Maneira que deve ser incorporada por um e-commerce com mais tempo de mercado, que já possua equipes dedicadas para desenvolvimento. Do mesmo jeito que o gateway, neste caso a sua empresa também terá um contato com o comprador, o que dá a liberdade de negociar taxas livremente.

 

Invista em segurança

Ao montar um comércio online é preciso se preocupar com a segurança. Afinal, seus clientes vão procurar por um e-commerce seguro e que proteja seus dados. Por isso, é necessário que sua empresa demostre que se preocupa com a segurança dos seus consumidores.

 

Isso com toda certeza vai deixar o usuário mais confortável para a compra e fará com que ele indique a sua loja virtual. Além disso, o investimento com a segurança também protege os dados do seu empreendimento, caso ele realize transações diretamente na página do e-commerce.

 

Pense sobre o suporte

Após as primeiras visitas e vendas, é necessário investir em um suporte para os clientes, seja ele de pré ou pós venda. O que acontece muito no início de um comércio online é o próprio dono fazer o suporte diretamente através de email ou até mesmo telefone. Mas existem ferramentas de gestão que fazem esse processo.

 

Logística e Frete

A logística do e-commerce da sua empresa é bem importante para o sucesso da mesma, já que experiências ruins nessa vertente podem acabar com a credibilidade da sua loja virtual. Neste caso, você precisa escolher se sua entrega vai ser a partir dos correios ou por transportadoras. E o frete vai depender de qual dessas maneiras vai ser feita as entregas e quanto vai você vai pagar por este serviço.

 

Essas são algumas dicas básicas para montar um e-commerce para sua empresa, mostrando os principais pontos que devem ser pensados para criar uma loja virtual, para que o comércio online da sua empresa seja um sucesso. Se você conhece tem outras sugestões ou dicas, compartilhe conosco. Aproveite e conheça também outros conteúdos indispensáveis e exclusivos para empreendedores e profissionais de sucesso.

 

cta-ebook-abrir-negocio