Como abrir uma empresa Simples Nacional

Muitas pessoas que estão iniciando agora o seu próprio empreendimento têm bastante dúvidas sobre o tema tributação, tipo de empresa, etc. Uma das principais incertezas é o que é o Simples Nacional e como isso funciona. Se você é um dos que não conhecem sobre empresas simples nacional, basta saber que se trata de um tipo de regime compartilhado de cobrança, fiscalização e arrecadação.

 

Para conhecer melhor o sistema, aplicado às microempresas, empresas de pequeno porte e para o microempreendedor individual, a Elite Empresas preparou algumas dicas que vão te ajudar melhor na hora de abrir uma empresa, conhecer sobre o Simples, saber quais os procedimentos precisam ser feitos e os tipos de empresa que combinam mais com o seu perfil.

 

Quem pode abrir uma empresa simples nacional

como-abrir-uma-empresa-simples-nacional-micro-empresa-empreendedor-individual-elite-contabilidade-sbc-sp-abc (1)

Os negócios que estão aptos para abrirem dentro do sistema simples nacional são as Microempresas (ME), o Microempreendedor Individual (MEI) e as Empresas de Pequeno Porte (EPP). Entretanto, o procedimento só pode ser solicitado para estas companhias que não estão com débitos em aberto com o governo.

 

Microempreendedor individual

como-abrir-uma-empresa-simples-nacional-micro-empresa-empreendedor-individual-elite-contabilidade-sbc-sp-abc (5)

A primeira coisa que você precisa saber para querer investir em ser um MEI, é que o lucro anual máximo de uma empresa desse tipo é de R$ 60 mil. No caso, por mês a média de lucro não poderá ultrapassar R$ 5 mil. Por isso que realmente este tipo de negócio deve ser pequeno e próprio.

 

Você pode até se questionar que, para uma pessoa, um salário de R$ 5 mil é até atraente. Se tratando de uma empresa, contudo, é um valor de faturamento baixo, sendo a quantia o total do valor de todo o dinheiro que entra na organização. É preciso levar em conta que os gastos do negócio também serão pagos com esse valor. Por isso o MEI é válido para certos tipos de negócio. É só analisar bem se se encaixa no seu perfil.

 

Microempresa

como-abrir-uma-empresa-simples-nacional-micro-empresa-empreendedor-individual-elite-contabilidade-sbc-sp-abc (4)

Neste caso, como o nome já diz, são para negócios pequenos. Como pizzarias delivery, entrega de marmitas e etc. Se sua ideia é para algo mais ou menos neste porte, então abrir uma microempresa é a melhor solução.

 

Numa empresa assim, o faturamento anual pode chegar até R$ 360 mil, uma média de R$ 30 mil reais por mês. Com uma receita como esta, diferente do que acontece no MEI, aqui você vai poder ter funcionários para o seu estabelecimento. Além disso, a renda também vai te ajudar a ter uma melhor condição para créditos nos bancos.

 

Pequena empresa

como-abrir-uma-empresa-simples-nacional-micro-empresa-empreendedor-individual-elite-contabilidade-sbc-sp-abc (2)

Se você logo no começo almeja uma pequena empresa, dependendo do que for a sua ideia, isso pode ser realmente sonhar alto para o início de um negócio. A não ser realmente que você tenha um capital elevado e esteja com tudo planejado em detalhes por meio de um eficiente Plano de Negócios.

 

É claro que conseguir ter um lucro bem superior a R$ 360 mil por ano é algo que cresce muito os olhos. Mas não é preciso logo de primeira criar uma empresa de pequeno porte para isso. Vale muito mais a pena investir em cadastrar o seu negócio como Microempresa e, no decorrer do tempo, ir crescendo e evoluindo nas vendas, aí depois mudando de categoria. Isso é uma sacada boa para quem não tem experiência anteriores em abrir um empreendimento.

 

O lucro máximo para uma pequena empresa, é de R$ 3,6 milhões no ano. O que chega a R$ 300 mil por mês. É muito dinheiro não é? Por isso, lembre-se sempre que quando o lucro é grande, isso vem junto com grandes responsabilidades. Por isso é importante analisar todas as possibilidades de negócios e investir na que realmente mais se encaixa com você.

 

Vantagens do Simples Nacional

  1. Unifica o recolhimento mensal em apenas um documento único de arrecadação, sendo esses: IRPJ, CSLL, IPI, PIS, CONFINS, ICMS, INSS e ISS, em um só;
  2. Possibilita tributar as receitas à medida que há o recebimento das vendas;
  3. Reduz as taxas que devem ser pagas. Além da possibilidade de pagamento com cheques pré-datados, por exemplo;
  4. Se você quiser desistir da empresa, o negócio pode ser fechado, mediante acordo com os órgãos federais para diminuir as dívidas. O que vai sair mais barato com certeza;
  5. É dispensado a entrega de apresentação da Declaração de Débitos e Créditos de Tributos Federais. E também o Demonstrativo de Apuração das Constituições Federais na hora do Fechamento ou Renovação.

 

Como abrir uma empresa pelo simples nacional

como-abrir-uma-empresa-simples-nacional-micro-empresa-empreendedor-individual-elite-contabilidade-sbc-sp-abc (3)

A melhor dica na hora de abrir a sua empresa dentro do sistema Simples é contratar um contador, profissional que entende do assunto e vai indicar a documentação necessária para abrir o negócio, sem erros.

 

Na hora de abrir uma empresa entre aquelas que informamos acima, você deve estar com o nome limpo na praça, ter acima de 18 anos e ter um local fixo para instalar o seu estabelecimento. Com isso certo, ai você pode encontrar um contador e dar entrada na documentação.

 

Com as nossas dicas, você pode aprender melhor como abrir uma empresa simples nacional e entender melhor sobre os negócios que se encaixam nesse sistema.

cta-ebook-cobrar-cliente-devedor